quinta-feira, 30 de outubro de 2014

CAMINHÕES PIPAS DO EXERCITO DEIXARÃO DE ABASTECER NO AÇUDE ROSÁRIO


Os vereadores Fabio Torres, Amauri e Odete participaram na tarde de ontem quarta feira (29), de uma reunião com o Ministério Público e outros órgãos sobre o Açude Rosário, onde ficou decidido que todos os pipas do exército deixarão de abastecer no açude Rosário em Iguaraci e irão para Brotas em Afogados da Ingazeira. O prazo máximo é até a próxima sexta feira.

GOVERNO FEDERAL RECONHECE SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA EM 54 MUNICÍPIOS DE PERNAMBUCO

O governo federal reconheceu nesta segunda-feira (27) situação de emergência em 54 municípios de Pernambuco por causa da estiagem. Todos os municípios da região do Pajeú com exceção de Triunfo foram reconhecidos pelo governo federal como municípios que estão sofrendo por conta da estiagem. Tal reconhecimento, decidido pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, pertencente ao Ministério de Integração Nacional, está presente em portarias publicadas no Diário Oficial da União de ontem.

Conforme o Ministério da Integração Nacional, situação de emergência é uma situação anormal, decretada em razão de desastre que, embora não excedendo a capacidade inicial de resposta do município ou do Estado atingido, requer auxílio complementar do Estado ou da União para as ações de socorro e de recuperação.


Afogados da Ingazeira, Afrânio, Araripina, Arcoverde, Belém do São Francisco, Betânia, Bodocó, Brejinho, Cabrobó, Calumbi, Carnaíba, Carnaubeira da Penha, Cedro, Custódia, Dormentes, Flores, Floresta, Granito, Ibimirim, Iguaraci, Inajá, Ingazeira, Ipubi, Itacuruba, Itapetim, Jatobá, Lagoa Grande, Manari, Mirandiba, Moreilândia, Orocó, Ouricuri, Parnamirim, Petrolândia, Petrolina, Quixaba, Salgueiro, Santa Cruz, Santa Cruz da Baixa Verde, Santa Filomena, Santa Maria da Boa Vista, Santa Terezinha, São José do Belmonte, São José do Egito, Serra Talhada, Serrita, Sertânia, Solidão,Tabira, Tacaratu, Terra Nova, Trindade, Tuparetama e Verdejante.

Deputado quer que jornalista se retrate com nordestinos na Globonews

silvio-costa
O Deputado Federal Silvio Costa – PSC/PE solicitou ao Presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, que encaminhasse um ofício à Rede de Televisão Globo News e ao Jornalista Diogo Mainardi, solicitando que fosse feito pelo jornalista um pedido de desculpas aos nordestinos, que foram agredidos no último domingo, dia 26 de outubro, no Programa Manhattan Connection.
“Revoltado com a reeleição da Presidente Dilma, o jornalista ultrapassou todos os limites da ética, da liberdade de imprensa e da democracia quando fez uma agressão, sem precedentes, na história do jornalismo brasileiro ao povo nordestino”, diz a nota. Mainard disse textualmente que os nordestinos são bovinos. “Uma agressão inqualificável”, diz Costa em nota.
O Presidente Henrique Eduardo Alves firmou o compromisso público de que, se não houver a retratação, o jornalista será acionado judicialmente, conclui o Deputado.
mainard

Homem pula da ponte em Afogados da Ingazeira

O jovem Marcelo da Silva Ramos, 22 anos, pulou da ponte Dom Francisco no Bairro Padre Pedro Pereira, ele tem problemas mentais e reside no Bairro são Francisco.

Marcelo foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para o Hospital Regional Emília Câmara, onde está sendo atendido.

Mário Martins

Central de Regulação do SAMU em Serra Talhada recebe últimos retoques

Está em fase de acabamento a Central de Regulação do SAMU (Serviço de Atendimento Médico de Urgências ) em Serra Talhada. A central vai atender 35 municípios, incluindo Serra Talhada e uma população de mais de 800 mil pessoas. Para isto já estão disponíveis 27 ambulâncias, sendo 24 de suporte básico e 3 de suporte avançado.

Os trabalhos na finalização do prédio do SAMU não param e segundo informou o secretário executivo da Saúde em Serra Talhada, Aron Lourenço, até a próxima sexta-feira (31), estarão concluídos. "A parte do município vai está totalmente concluída, passamos então a depender do Ministério da Saúde", informa Aron que disse também que, o Ministério, juntamente com o Governo do Estado, pretendem inaugurar a Unidade até o final do próximo mês de Novembro.

Nos próximos dias 10,11 e 12 de novembro, 25 profissionais da Central de Regulação estarão participando de um curso de capacitação em Caruaru.

"Sabemos das despesas que gera um serviço desta natureza, mas, o Governo Luciano Duque vê tudo isso como um investimento, e, um investimento em algo que não tem valor nominal, que é a vida. Quantas e quantas vidas não serão salvas por este serviço?", pergunta Aron e ele mesmo responde: "centenas... milhares. Vidas de homens, mulheres, jovens e crianças que contribuem e contribuirão com o desenvolvimento da nossa região. É por este prisma que enxergamos, e é por isso que atendendo determinações do prefeito, procuramos agilizar e concluir em definitivo a Central", disse ele.

Dormitórios, refeitório, sala de rádio-operadores, sala de reuniões, jardins, tudo vem recebendo uma atenção especial. Um prédio moderno e confortável, em muito breve estará abrigando o tão sonhado Serviço de Atendimento Médico de Urgências da região.

Fotos: Maciel Rodrigues/Agência Papiro
Assessoria de Imprensa da PMST

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

DILMA É REELEITA NA DISPUTA MAIS APERTADA DA HISTÓRIA


Após uma campanha de intensa polarização no segundo turno, a presidente Dilma Rousseff (PT) foi reeleita neste domingo (26) e impediu a virada do senador mineiro Aécio Neves, candidato do PSDB - nunca um candidato que ficou em segundo lugar no primeiro turno foi eleito presidente do Brasil.

Por volta da 20h30, com 98% das urnas apuradas, Dilma tinha 51,45% dos votos e Aécio, 48,55%. A diferença de votos era de 3 milhões. Essa foi a menor diferença de votos em um segundo turno desde a redemocratização.

Antes disso, a disputa mais apertada foi em 1989, quando Fernando Collor de Mello (então no PRN) venceu Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por 4 milhões de votos. Na época, Collor teve 53,03% contra 46,97% de Lula.

Nas outras eleições presidenciais decididas em duas etapas, a diferença entre o vencedor e o segundo colocado foi maior. Em 2002, Lula teve 19,4 milhões de votos a mais do que José Serra (PSDB).

Quatro anos depois, Lula foi reeleito com uma margem ainda maior: 20,7 milhões de votos a mais do que Geraldo Alckmin (PSDB). Já na última eleição, a diferença voltou a se estreitar, e Dilma bateu Serra por 12 milhões de votos.

Com a vitória, o Partido dos Trabalhadores vai para o quarto mandato seguido e deverá completar 16 anos à frente do governo federal.

Primeira mulher a presidir o país, a petista liderou a votação no primeiro turno, mas passou a maior parte da campanha do segundo turno em situação de empate técnico com Aécio nas pesquisas de intenção de voto.

É a quarta derrota seguida que o PT impõe aos tucanos nas eleições presidenciais. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma venceram José Serra – duas vezes -- e Geraldo Alckmin nas eleições de 2002, 2006 e 2010.


Com Dilma, o vice-presidente Michel Temer (PMDB) também foi reeleito. Os dois tomarão posse do novo mandato em 1º de janeiro de 2015.

GOVERNADOR ELEITO DE PERNAMBUCO PAULO CÂMARA EMITE NOTA SOBRE A ELEIÇÃO PRESIDENCIAL


“Espero que a presidente Dilma Rousseff corresponda às expectativas dos brasileiros e brasileiras que votaram para que ela conquistasse mais quatro anos de Governo. Da minha parte, como governador eleito de Pernambuco, que deseja o melhor para o Brasil, torço para que ela consiga corrigir os problemas que levaram quase metade do eleitorado a optar pela mudança, votando em Aécio Neves.

A presidente Dilma é a dirigente da Nação. É fundamental que os palanques sejam desmontados; que os ânimos sejam desarmados. Não é saudável esse clima de ‘guerra’ que se criou, desde o final do primeiro turno. O Brasil saiu muito machucado dessa disputa eleitoral, a mais acirrada desde 1989.

Da minha parte, manterei a mesma postura republicana que Eduardo Campos adotava, de defender, acima de tudo, os interesses do povo de Pernambuco, de apresentar bons projetos e fazer as parcerias necessárias com o Governo Federal. Não espero postura diferente da presidente da República.

Fui eleito com 68% dos votos dos pernambucanos – ainda no primeiro turno – a maior votação do País. Elegemos Fernando Bezerra senador da República e fizemos a maioria da bancada federal na Câmara dos Deputados. Essa será nossa base de apoio para defender as obras e os projetos que fazem parte do programa de Governo que foi referendado pela maioria do povo do nosso Estado.

O Governo Federal terá do Governo de Pernambuco o empenho para defender os interesses do nosso Estado e do Brasil, e para que este retome o caminho do desenvolvimento sustentável. A campanha acabou. Agora é hora de trabalhar por aqueles que mais precisam do poder público. Mais do que nunca: não vamos desistir do Brasil.”

Paulo Câmara
Governador eleito de Pernambuco

MINAS DERROTOU AÉCIO

Dilma ganhou, mas não convenceu. Teve uma frente sobre Aécio de menos de quatro milhões de votos, a menor de todas as eleições presidenciais do período da redemocratização do País, inferior aos que foram às urnas para protestar, que superam a casa dos seis milhões de eleitores, dos quais 5,2 milhões anularam o voto e 1,021 milhões votaram em branco.

Dilma não teve, portanto, a maioria absoluta do aval dos brasileiros. Não se pode culpar o Nordeste pela derrota de Aécio. Já se esperava a vitória da presidente da região pela média de 70% dos votos devido à escravidão dos programas sociais, especialmente o Bolsa-Família, que derrotou a corrupção.

Aécio, na verdade, não derrotou Dilma porque perdeu em Minas, sua terra natal, segundo maior colégio eleitoral do País. Candidato a presidente não pode perder em seu Estado de origem. Quando disputou as eleições, Garotinho ganhou no Rio, Ciro no Ceará, Brizola no Rio, Serra em São Paulo e Alckmin em São Paulo.

O tucano perdeu em Minas porque não soube escolher o candidato a governador. Subestimou a inteligência mineira e tentou ressuscitar Pimenta da Veiga, já afastado da política há muitos anos. E o pior: com a marca na testa do mensalão mineiro. No primeiro turno, Aécio não apenas foi derrotado em seu Estado como deixou de eleger o governador.

No segundo turno, teve 48% dos votos contra 52% de Dilma. Dilma venceu em 15 estados, enquanto Aécio Neves (PSDB) ficou à frente em 11 e no Distrito Federal. A petista triunfou em toda a região Nordeste, mas também teve bom desempenho no Sudeste, com vitórias em Minas Gerais e no Rio de Janeiro (55% x 45%).

São Paulo se apresenta como o principal foco de oposição. No maior colégio eleitoral do País, o tucano garantiu uma vantagem de quase 7 milhões de votos, com 64% do total, ante 36% de Dilma. O candidato do PSDB só teve percentual maior em Santa Catarina, onde conseguiu 65%. No total, Dilma venceu com 3,4 milhões de votos de vantagem.

A presidenta teve 70% ou mais dos votos válidos em seis estados: Bahia (70%), Ceará (77%), Maranhão (79%), Pernambuco (70%), Piauí (78%), Rio Grande do Norte (70%). O resultado de Pernambuco, de onde saiu a candidatura Eduardo Campos (PSB), substituído após a tragédia que o vitimou em agosto deste ano por Marina Silva (PSB), surpreendeu.

No segundo turno, Marina e a família de Eduardo apoiaram Aécio, mas os dados mostram que não houve transferência de votos. A vitória de Dilma ficou pouco abaixo do resultado conquistado em 2010, quando Dilma obteve 75% dos votos no Estado.

Dois outros fatores a serem registrados: 1) apesar da derrota, o tucano é o candidato do PSDB mais bem votado numa disputa de 2º turno; 2) a petista venceu, mas está sendo reconduzida com menor taxa de apoio desde 2002, quando se estabeleceu a polarização PT-PSDB no plano nacional (com a realização de segundo turno).

Em Minas Gerais, a diferença foi de 550 mil votos. Seriam insuficientes para o tucano ter invertido o resultado. Só que no começo da corrida presidencial, o que todos ouvíamos dos tucanos era que o candidato Aécio Neves iria destroçar qualquer adversário em solo mineiro.

Sua vitória seria com 70% ou mais dos votos válidos. Até na última sexta-feira (24.out.2014), a cúpula tucana vendia nos bastidores a ideia de que teria ocorrido uma grande virada pró-PSDB em Minas Gerais. Os tais “trackings'' (pesquisas diárias e secretas das campanhas) apontariam nessa direção. Estava tudo errado. 

Se essas previsões tucanas tivessem se confirmado, a história teria também sido outra –até porque o total de votos válidos em Minas foi de quase 11,5 milhões. Uma vitória acachapante entre os mineiros teria dado a Aécio o Palácio do Planalto.

Por: Magno Martins

DILMA VENCE EM TODAS AS CIDADES DO SERTÃO DO PAJEÚ

A Presidente Dilma Rousseff, ganhou do candidato tucano Aécio Neves,  em todos os 17 município do Sertão do Pajeú.

Vejam a relação das cidades pajeuzeira e os respectivos resultados:

Afogados da Ingazeira
Dilma - 13.583 - 68,41%
Aécio -  6.272 - 31,59%

Tabira
Dilma - 11.723 - 82,87%
Aécio -  2.423 - 17,13%

Solidão 
Dilma - 3.393 - 89,98%
Aécio -   378 - 10,02%

Santa Terezinha
Dilma - 3.429 - 63,71%
Aécio - 1.953 - 36,29%

São José do Egito
Dilma - 10.993 - 65,63%
Aécio -  5.758 - 34,37%

Brejinho
Dilma - 3.417 - 69,65%
Aécio - 1.489 - 30,35%

Itapetim
Dilma - 5.771 - 70,19%
Aécio - 2.451 - 29,81%

Tuparetama 
Dilma - 4.740 - 85,84%
Aécio -   782 - 14,16%

Ingazeira
Dilma - 1.948 - 67,83%
Aécio -   924 - 32,17%

Iguaraci
Dilma - 5.281 - 84,70%
Aécio -   954 - 15,30%

Carnaíba
Dilma - 8.842 - 85,21%
Aécio - 1.535 - 14,79%

Quixaba 
Dilma - 3.673 - 90,53%
Aécio -   384 -  9,47%

Flores
Dilma - 9.843 - 85,83%
Aécio - 1.625 - 14,17%

Calumbi 
Dilma - 3.962 - 89,21%
Aécio -   479 - 10,79%

Triunfo
Dilma - 6.756 - 80,60%
Aécio - 1.626 - 19,40%

Santa Cruz da Baixa Verde
Dilma - 6.102 - 84,40%
Aécio - 1.128 - 15,60%

Serra Talhada
Dilma - 34.783 - 80,96%
Aécio -  8.182 - 19,04%


Blog do Finfa

sábado, 25 de outubro de 2014

DATAFOLHA: Dilma 52%, Aécio 48%: candidatos voltam a ficar em empate técnico na última pesquisa antes das eleições

Ibope mostra Dilma com 53% e Aécio com 47%


Pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo divulgada neste sábado (25) mostra que a candidata do PT, Dilma Rousseff, está com 53% dos votos válidos e o candidato do PSDB, Aécio Neves, com 47%. Em relação à pesquisa divulgada na última quinta-feira (23), a petista oscilou de 54% para 53% enquanto o tucano oscilou de 46% para 47%. Foram entrevistados 3.010 eleitores entre os dias 24 e 25 em 206 municípios de todo o país. A margem de erro máxima é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, em um nível de confiança estimado de 95%.

CNT/MDA: AÉCIO 50,3% x 49,7% DILMA

A primeira das seis pesquisas esperadas para este sábado foi divulgada. A CNT/MDA aponta oscilações dentro da margem de erro entre os candidatos Aécio Neves e Dilma Rousseff. No início da semana, o MDA foi o primeiro instituto a divulgar a candidata do PT numericamente na frente, com 50,5% contra 49,5%. Neste sábado, houve uma mudança no quadro. Aécio Neves inverteu a curva de queda e voltou a subir. Veja os números:
...
CNT/MDA: 
Aécio Neves (PSDB): 50,3%
Dilma Rousseff (PT): 49,7%
...
A Pesquisa realizada 23 e 24 de outubro de 2014 e divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR - 01199/2014. Foram entrevistadas 2.002 pessoas de 137 municípios de 25 Unidades da Federação.


Ainda hoje serão divulgados novos números do Datafolha, Ibope, Sensus, Vox Populi e Veritá.

Câmara e Geraldo prestigiam debate presidencial


O governador eleito Paulo Câmara (PSB) e o prefeito Geraldo Julio (PSB) comparecem ao debate presidencial que ocorre na TV Globo na noite desta sexta-feira (24). Os dois estão acompanhados de um dos coordenadores da campanha tucana no Estado, o deputado federal Bruno Araújo (PSDB).


Os líderes do PSB foram convidados pelo candidato Aécio Neves (PSDB) para prestigiarem o debate. O PSB está ao lado do tucano neste segundo turno.

Promotores do Pajeú apresentam demandas a prefeitos e cobram prazo

Promotores do Pajeú estiveram reunidos com prefeitos da região esta semana. Na pauta, vários foram os temas. No tocante à regularização do abate da carne, comercializada em condições impróprias em algumas cidades, foi definido prazo para melhoria do abate em Iguaraci, Ingazeira, Tabira, Solidão, Carnaíba e Quixaba. Ou melhoram seu abate ou o transferem para Afogados, onde há um recém entregue Abatedouro Regional. Foi dado prazo de 30 dias.

Adutora do Pajeú: A fase da obra que vai levar água para cidades do Alto Pajeú e Paraíba depende do eixo leste da Transposição, que precisa andar com mais agilidade. “Se não fizer isso vamos colocar tubos para transportar vento”, diz o promotor Lúcio Almeida.

A obra no trecho até Tabira sai até dezembro. Até São José e Tuparetama tem previsão até maio de 2015 se houver complementação por empenho. “A obra no tocante à fornecedora dos tubos tem valor de R$ 200 milhões, mas só tem R$ 80 mi empenhados. E a execução, com orçamento de R$ 140 mi só teve empenhados R$ 70 milhões.

Aterros sanitários e fim de lixões: um representante do Cimpajeu, que é presidido por Luciano Duque, o Secretário Albertino Bezerra ouviu dos promotores o desejo de confecção com os municípios de um Termo de Ajustamento Ambiental. Já houve um projeto adiantado com o Iterpe, que pode precisar de alguns ajustes.

Rodovias estaduais : O MP quer que a PE 292 seja feita dentro dos padrões de pavimento adequado, com sinalização horizontal e vertical. “Em Iguaraci, a Prefeitura reclama que a sinalização no município é mal feita”, diz Lúcio. Os promotores querem que seja regulamentada a legislação sobre animais soltos. E quer pressa nas PEs entre Ingazeira e o 49 e de Custódia a Iguaraci, que já foram objeto de projeto executivo.

Transporte escolar: os promotores alegam que houve avanços. Na maioria dos municípios, não há mais veículo aberto transportando. Os promotores querem georreferenciamento com racionalização de rotas.

Portais da Transparência: estão funcionando os portais das prefeituras, mas os promotores solicitam novo check list e fiscalização pela CGU e pelo CAOP Patrimônio Público para que os portais possam viabilizar informações em tempo e da forma adequada.

Nill Junior